Blog

Ajude-nos a divulgar. Compartilhe esta história!

Rate This:

[Total: 116    Média: 3.8/5]

Retratos de Esperança

| | Blog

Sertão Baiano, um cenário devastado pela seca, é uma das regiões mais sofridas do Brasil. Famílias inteiras na pobreza extrema. Sem nenhuma assistência, sobrevivem de restos, e a grande maioria passa fome, além de desesperança. Através de fotografias essa triste realidade pode começar a ter um novo rumo. Um livro, composto por 84 fotografias registradas entre 2010 e 2017 se tornou o projeto Retratos da Esperança, que nasceu devido à urgência do despertar da humanidade com a já conhecida situação dos municípios do estado e a necessidade de retorno aos fotografados.

Bismarck Araujo é o jovem fotógrafo desses retratos. De Retirolândia-Ba, regista na lente de sua câmera, a pobreza do sertão de seu estado, na memória de suas lembranças, a infância sofrida e pobre, e em seu coração, a coragem, de começar sozinho a mudar toda essa triste história.

        

Desenvolvido com base em palestras com duas horas de duração sobre a história de vida das pessoas e lugares por ele fotografados, o fotógrafo apresenta aos estudantes de escolas públicas e particulares o despertar dos sentimentos de humanidade, solidariedade e compaixão, e a importância do compartilhar, visitar e dar atenção ao outro.

Mais de 200 palestras Retratos de Esperança já foram realizadas pelo Brasil destacando a essência do projeto. Por meio delas que dissemina, com humanidade e espiritualidade, a mensagem da esperança na transformação de vidas com o projeto. Com a participação de aproximadamente seis mil alunos, já foram arrecadados milhares de alimentos, distribuídos nos próprios municípios ou onde residem os fotografados pelo projeto.

Um ex-aluno de escola pública, que não tinha sandálias, nem caderno para ir à escola, busca melhorias nas condições habitacionais, via construção e reforma de casas aos que moram na extrema pobreza. “Essa situação do Estado da Bahia precisa ser vista, o ser humano precisa ter conhecimento visível dessa existência muito próxima, mas muitas vezes esquecida, ignorada ou escondida”, desabafa Bismarck.

A lembrança é de uma infância marcada por sofrimentos e lutas, e de uma mensagem de sua mãe. “Se as coisas ficarem difíceis hoje, faça a coisa certa”.  Conta ele que apanhava na escola por não querer usar drogas. “Não era a coisa certa e minha mãe é meu exemplo, ela dividia um ovo entre eu e meu irmão e ficava com fome”.

Wagner Moura, fundador e presidente da Fraternidade sem Fronteiras visitou o sertão baiano junto ao fotógrafo e voluntários do projeto e se sensibiliza com a situação.  “É um trabalho extraordinário e vejo o quanto é importante o sentimento de fraternidade e o exercício do amor. Estamos lançando essa campanha que nos chama realmente para um mundo melhor, de paz para todos”.

                           

Nessa matéria, o projeto dele, e agora de todos nós, é mais um novo abraço da Fraternidade sem Fronteiras. E sonhamos juntos mudar essa triste realidade.

Uma casa construída

A primeira casa construída – com recursos provenientes da venda de livro e doações – foi entregue no final do mês de março de 2018, a uma família composta por oito pessoas que moravam em barracos de lona dentro do lixão em Santa Luz-BA. No barraco ainda mora dona Maria.

Dona Maria

Foto: Bismark

Barracos de lona do lixão em Santa Luz é a casa de dona Maria há aproximadamente 20 anos. Em março de 2018, ela e mais sete pessoas da sua família incluindo filho, filhas, genro e neto receberam uma casa do Retratos de Esperança para sair daquela situação. Hoje todos moram na casa, exceto Maria, que não consegue deixar seus cachorros e gatos abandonados no lixão.

Cerca de 50 animais – os que ela já cria e aqueles que vão sendo abandonados – amparados e cuidados por dona Maria, são suas companhias. Sorriso, uma de suas cadelas, é quem socorre os animais indefesos deixados, na maioria dos casos, em sacos plásticos, e leva até ela.

Enquanto seleciona o lixo reciclável, dona Maria procura também por restos e lixos de alimentos para alimentar os cachorros, quando não acha, faz farofa e os alimenta. Quando os animais adoecem, os mesmos medicamentos que usa são oferecidos aos seus cachorros.

Seca na Bahia

A Bahia é o quinto estado brasileiro em termos de extensão territorial, possuindo mais de 36% da área total da Região Nordeste e cerca de 80% da sua área territorial situa-se na região do semiárido, sendo que 57% de seu território dentro do polígono das secas.

É o estado brasileiro com a maior concentração de pessoas em situação de extrema pobreza – mais de 2,4 milhões de cidadãos baianos vivem em situação de miséria – de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (IBGE, Censo Demográfico 2010).

Campanha

Nos ajude a construir um canil para a dona Maria.
Atualmente, Ela recebe 40 reais por semana com produtos da reciclagem. Com esse valor tenta se manter e criar todos esses bichinhos. Segue batalhando e apesar das dificuldades nada a fazem pensar em desistir. Comovidos com a realidade do local, criamos uma campanha para construir um canil, onde ela poderá continuar cuidando deles e receber um salário.
Doe o valor que puder em uma das contas abaixo da FSF e, por gentileza, envie o comprovante para o e-mail: doacoes@fraternidadesemfronteiras.org.br, informando que destina-se para o projeto Retratos de Esperança.

Conta do Retratos de Esperança 🖐:

Banco Sicoob
Banco: 756
Ag: 3017
C/C: 427136

CNPJ 30.400.754/0001-08

Comentários

9 Comments to “ Retratos de Esperança”

  1. LUCIA HELENA RESENDE fale:Responder

    Gostaria de participar do Projeto Retratos de Esperança,pois fiquei muito emocionada com beleza dessa iniciativa.Parabéns!!!Quando será a próxima caravana.?

    1. Tatyane Cance fale:Responder

      Bom dia Lucia, tudo bem?

      Que alegria foi ler a sua mensagem.
      O trabalho do Retratos é mesmo muito lindo ♥

      Informações sobre caravanas você consegue diretamente com eles pelo telefone (75) 98281-8222 ou pelo e-mail retratosdeesperanca@gmail.com.

      Agradecemos desde já e desejamos uma linda semana

  2. RODRIGO fale:Responder

    Boa tarde

    Gostaria de participar do Projeto Retratos de Esperança,pois me emocionei com o trabalho e a Humildade em ajudar o próximo .Parabéns!!!
    como faço para ajudar ?

    1. Tatyane Cance fale:Responder

      Boa tarde Rodrigo, tudo bem?
      Ficamos muito felizes com o seu contato ♥ E agradecemos de coração!

      Existe várias formas de ajudar o projeto Retratos de Esperança. Uma delas é através do apadrinhamento. Nesse link aqui https://fraternidadesemfronteiras.colabore.org/retratos/people/new você consegue apadrinhar com R$ 50 mensais que serão
      destinados ao projeto.

      Para participar de caravanas com o Retratos ou para saber sobre onde enviar doações, você pode falar direto com eles através do telefone (75) 98281-8222.

      Agradecemos desde já seu coração disposto.
      Abraço fraterno e bom final de semana!

  3. Gilvânia Silva do Rosário fale:Responder

    É de fato muito lindo a iniciativa. Gostaria de saber mais sobre o Projeto e como posso estar contribuindo de alguma maneira. Acredito que somando forças, movemos o que acreditamos.

    1. Tatyane Cance fale:Responder

      Ficamos muito felizes com o seu contato ♥

      Existe várias formas de ajudar o projeto Retratos de Esperança. Uma delas é através do apadrinhamento. Nesse link aqui https://fraternidadesemfronteiras.colabore.org/retratos/people/new você consegue apadrinhar com R$ 50 mensais.

      Para ter informações mais direta você pode entrar em contato com a equipe do Retratos nesse telefone (75) 98281-8222.
      Por esse número você consegue ter mais informações sobre caravanas e doações, por exemplo (:
      Eles também tem conta no Instagram, @retratosdeesperança e sempre estão postando novidades.

      Agradecemos desde já seu coração disposto.
      Abraço fraterno e bom final de semana!

  4. ionecontato.negocios@gmail.com fale:Responder

    Eu gostaria de participar, lindo projeto na minha Bahia.

    1. Tatyane Cance fale:Responder

      Olá, bom dia!
      Tudo bem?
      Ficamos felizes com o seu contato. Toda ajuda é bem-vinda e necessária ♥
      Você pode apadrinhar o projeto Retratos de Esperança nesse link aqui https://fraternidadesemfronteiras.colabore.org/retratos/people/new
      ou pode entrar em contato direto com eles pelo telefone (75) 9 8281-8222.

      Agradecemos mais uma vez e desejamos um lindo final de semana (:

  5. luciano Mácio Ramos fale:Responder

    Quero ser mais um soldado nessa luta por mais inclusão dos nossos irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO