You don't have javascript enabled. Please, enable the javascript or try another browser.

Segunda caravana em Madagascar

 

Cerca de 750 famílias e 1.360 crianças foram atendidas, 707 delas, desnutridas. 632 em situação grave e 175 moderada.   

Segunda caravana da Fraternidade sem Fronteiras finaliza os atendimentos médicos em Ambovombe, Província de Madagascar.  17 voluntários, entre eles, quatro médicos, dois dentistas, um farmacêutico e dois psicólogos, compuseram a equipe que desembarcaram no sul da ilha. Os atendimentos se dividiam entre triagem, consultas, distribuição de remédios e tratamento. Alimentação, banho, vacina, cuidados com a higiene, como corte de unhas e cabelos, creme para peles ressecadas e escovação dos dentes, também fizeram parte do trabalho dos voluntários. Foram 10 dias, divididos entre os dois centros de acolhimentos da FSF em Ambovombe, a Unidade I e o Campo da Paz.

 

No centro de acolhimento Campo da Paz foi concluída a obra do centro de saúde. A farmácia foi reabastecida e os medicamentos estão disponíveis gratuitamente para a população. A sequência dos atendimentos médicos será sempre durante as caravanas de voluntários, realizadas de três em três meses a partir de 2018.

Um contêiner enviado por navio, com dois consultórios odontológicos completos e mais roupas e sapatos, foi doado para as famílias. Uma ação de mobilização foi feita em julho para a arrecadação. 

Os voluntários da caravana ficaram até o dia 18 de novembro em Madagascar e como sempre na bagagem, levaram junto uma imensa vontade de ajudar. O local é de difícil acesso e leva-se até três dias para chegar.

 

 

Madagascar Fome e Sede -  Números da ONU estimam que 850 mil pessoas estejam em situação de insegurança alimentar aguda no sul da ilha de Madagascar. Ou seja, nem água, nem comida.

Em fevereiro de 2017, a Fraternidade traçou um panorama de por onde começar e, de imediato, levou alimentos aos que há muitos pratinhos não viam comida e caminhões pipa com água para beber, cozinhar e também tomar banho. Após 10 meses do início da ação Madagascar, a corrente fraterna de milhares de padrinhos e voluntários resultou na construção de dois centros de acolhimentos que oferecem alimentação, cuidados e estudo para crianças e famílias de situação muito além da vulnerabilidade, de miséria.

Diariamente, no Facebook são publicadas todas as ações da organização, e transmissões AO VIVO de Madagascar, mostraram com transparência, os momentos dos atendimentos e a troca de agradecimento e carinhos recebidos. Assim como o trabalho das caravanas, a Fraternidade sem Fronteiras segue os esforços convidando a todos para conhecer a causa humanitária. De qualquer lugar é possível ajudar.

Apadrinhe!

 

 

 

Português, Brasil

Comentar

CAPTCHA
Esta pergunta é pra confirmar que você é um ser humano e não um robó enviando spam automático.