NOTÍCIAS

Aqui você acompanha notícias com
as novidades dos projetos, os acontecimentos mais recentes e
as iniciativas em prol dessa causa de amor. ❤

A alegria em inaugurar mais um Centro de Acolhimento em Moçambique

Alegria é o que nos define ao inauguramos, neste domingo (8) o 29º Centro de Acolhimento da Fraternidade sem Fronteiras em Moçambique (32º no total), na aldeia 7 de Abril (nome que homenageia o dia da mulher moçambicana), em Guijá. Ali começamos o amparo diário a cerca de 900 crianças vulneráveis.
O centro foi construído graças a união de vários caravaneiros que estiveram em Moçambique na caravana de fevereiro deste ano.

“O grupo saía em viagem para atender uma das sete comunidades determinadas, onde a Fraternidade mantém Centros de Acolhimento. Em uma dessas viagens, no meio do caminho, nosso coordenador, Andrei Moreira, viu na beira da estrada um menino que brincava com outras crianças e corria ao encontro de nosso ônibus. Chamou sua atenção porque ele tinha um dos olhos bastante inchado, com um tumor. Estávamos ainda longe do local onde seria realizado o atendimento do dia, então aquele menino não receberia atendimento, não fosse a sensibilidade de Andrei, que imediatamente pediu que o ônibus parasse para ver de perto o problema. A criança correu para o meio do mato, e os médicos seguiram atrás. Minutos depois, veio a surpresa: junto com a criança e os médicos, voltaram muitas pessoas. Todas elas em estado de extrema pobreza. Crianças em uma situação tão precária, doentes, algumas graves, todos precisando de água, comida. Sem saber, o pequeno menino, que foi diagnosticado pelos médicos da equipe com um grave tumor, foi a ponte para que descobríssemos uma comunidade até então “invisível”, desconhecida e sem qualquer amparo”, a mensagem é uma parte do relato dos caravaneiros ao lançarem a campanha de arrecadação para construir o 7 de Abril.

Para construir este novo centro de acolhimento,  uma rifa foi feita e vendida pelos caravaneiros. O 7 de Abril será mantido pelos padrinhos, através da renda arrecadada com o “Acolher Moçambique” como acontece com os demais. A inauguração teve a presença dos líderes e anciãos locais e contou com um emocionante e inesperado teatro das crianças, falando dos efeitos do casamento e da gravidez precoces e conclamando os jovens ao estudo e à valorização pessoal, para um futuro melhor.
Na agenda de inauguração teve também apresentações musicais, atendimento médico, distribuição de roupas e tradicional almoço comunitário. Tudo correu em maravilhoso espírito de respeito, solidariedade e fraternidade e nosso coração não poderia estar mais feliz e realizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias