NOTÍCIAS

Aqui você acompanha notícias com
as novidades dos projetos, os acontecimentos mais recentes e
as iniciativas em prol dessa causa de amor. ❤

Campanha de voluntários no exterior arrecada R$200 mil para o projeto Fraternidade na Rua

A iniciativa foi coordenada pelo padrinho da FSF,  vice-presidente da Johnson & Johnson e voluntário da FSF, Marcos Paganini

 

Por: Laureane Schimidt – assessoria de imprensa FSF 

Durante uma reunião on-line, no último sábado, 23 de janeiro, foram apresentados os resultados da quarta campanha desenvolvida por voluntários do exterior e coordenada pelo padrinho da Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF) e também vice-presidente da Johnson & Johnson, Marcos Paganini. Durante dois meses, amigos e padrinhos da FSF fora do Brasil e funcionários da multinacional Johnson & Johnson se mobilizaram para arrecadar a meta de $37 mil, o equivalente a aproximadamente R$200 mil.

O valor será destinado para o Projeto Fraternidade na Rua nas frentes de trabalho de Uberlândia-MG e Rio de Janeiro – RJ. “Esse recurso será usado para equipar as duas unidades para atender as pessoas em situação de rua e sabemos, que esta situação acabou se agravando com a pandemia provocada pela Covid-19”, explica Marcos Paganini. 

Para alcançar esta meta, a maior já estipulada entre todas as campanhas coordenadas por Marcos, em dois meses, ele dividiu o trabalho em diferentes etapas. Entre elas, a criação de uma plataforma de doações para os funcionários da Johnson e Johnson, divulgações em redes sociais e reuniões, além de contar com o apoio da esposa e de uma amiga na organização de uma feijoada para 100 pessoas. “Nos alegrou muito ver que a mobilização deu certo e nos trouxe o resultado esperado, isto em um tempo menor que o estipulado para a campanha. A ideia era que o recurso fosse arrecadado em três meses, mas em dois, já o conseguimos”, comemora Paganini. 

No Brasil, Thais Figueiredo, uma das diretoras da Johnson e Johnson, na unidade de São José dos Campos – SP, também se mobilizou pela campanha. “Em especial, em 2020, com toda a pandemia mundial eu gostaria de poder participar de alguma iniciativa que fosse voltado para o Brasil, que estava passando e ainda está passando por impacto muito grande em desemprego e na economia. Quando conheci o projeto Fraternidade na Rua, imediatamente acreditei que poderíamos fazer algo e trouxemos este projeto para os nossos colaboradores da Johnson & Johnson Brasil, para que cada um, à sua maneira e dentro das suas possibilidades pudessem ajudar. Ao final, conseguimos atingir a doação de R$ 85 mil”, comemora. 

Ainda na reunião de sábado, com a participação do fundador-presidente da FSF, Wagner Moura Gomes; da coordenadora do Projeto Ubuntu, Clarissa Paz; de um dos líderes Ubuntu, Maick Mutej; e de coordenadores dos polos de trabalho do Fraternidade na Rua e convidados, Paganini fez o lançamento da próxima campanha para a construção de cinco centros nutricionais em Madagascar, na África subsaariana.

“Queremos alimentar quem tem necessidade. Temos que nos unir por aqueles que mais precisam. A situação se agravou e há muitas pessoas sem emprego, sem renda, com a saúde debilitada. Temos que nos mobilizar”, conclui  Paganini.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias