NOTÍCIAS

Aqui você acompanha notícias com
as novidades dos projetos, os acontecimentos mais recentes e
as iniciativas em prol dessa causa de amor. ❤

Em Campo Grande- MS, 54 pessoas em situação de rua puderam retomar os estudos em 2021

 A iniciativa de voluntários Sonhar sem Fronteiras levou aulas e cursos para acolhidos do projeto Fraternidade na Rua

Por Marco Antônio Cruz – assessoria de imprensa FSF

Cerimônia de entrega de certificados com pastores, coordenadores e professores voluntários

A iniciativa de voluntários Sonhar sem Fronteiras ofereceu, durante 2021, em formato online, aulas de informática, curso preparatório para o ENCCEJA (Exame Nacional Para Certificação de Competências de Jovens e Adultos), alfabetização e reforço escolar para 54 acolhidos do Fraternidade na Rua, polo de Campo Grande – MS, Projeto da Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF), em parceria com a Clínica da Alma.

A ação tem como objetivo levar educação a crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade. Em um ano, foram três turmas com aulas de informática, sendo duas de informática básica com 11 alunos e uma de informática intermediária com sete alunos; nove alunos no curso preparatório ENCCEJA, dez em alfabetização e 17 crianças, filhos de acolhidos em tratamento para dependência química, que receberam apoio com reforço escolar.

Segundo a pastora Raquel Souza Machado, responsável que auxilia presencialmente a “Sala do Caminho”, onde os alunos assistem às aulas, em 2022 o objetivo é seguir em andamento com a ação.

“Aqui os sonhos acontecem porque antes eles não tinham oportunidade, não tinham acesso. Os idosos são uma das turmas que eu mais tenho amor porque eles têm toda uma história de vida, mas não tiveram a oportunidade de serem alfabetizados. E hoje, em seis meses, alguns já leem e já pedem por aulas de matemática”, relata a pastora.

Suely Amorim de Lima, tem 57 anos e é aluna da turma de Alfabetização do Sonhar sem Fronteiras

“O que eu mais gosto de estudar é a matemática. Mas também quero aprender a escrever para eu mandar cartinhas para os meus netinhos e minhas filhas”, diz emocionada a aluna acolhida. 

Amanda Luíza de Souza, de Cascavel, PR, esteve na Clínica da Alma, no mês de dezembro de 2021, pôde conhecer pessoalmente os alunos para quem ministrou aulas online de matemática e participou da cerimônia de entrega de certificado aos alunos. 

“Essa ação me tirou da solidão que a pandemia trouxe. Foram eles que me ajudaram mais do que fiz por eles”, comenta a professora voluntária que também é madrinha na FSF.

A coordenadora do Sonhar sem Fronteiras, Jéssica Oshiro, conta que as aulas ocorrem  uma vez por semana, de uma a duas horas por dia, de acordo com a demanda.

“O nosso objetivo é o de ser mais do que uma instrução para educação por ensino técnico, profissionalizante ou ensino básico. Queremos abrir os horizontes das pessoas e fazer com que elas sonhem. Já tivemos relatos de pessoas que não queriam sair do projeto e agora, depois da ação, elas querem sair com coragem e cheias de sonhos para viver”, afirma a coordenadora. 

Sonhar sem Fronteiras – a iniciativa de voluntários tem como objetivo levar educação a crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social. As atividades são desenvolvidas em três projetos da FSF: Acolher Moçambique com aulas de português, matemática e informática; Brasil, um coração que acolhe, em Roraima, com aulas de Língua Portuguesa aos refugiados e migrantes venezuelanos; e no Fraternidade na Rua, polo Campo Grande, com informática, reforço escolar para crianças e alfabetização para adultos.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias