Blog

Ajude-nos a divulgar. Compartilhe esta história!

Rate This:

[Total: 1    Média: 3/5]

Mobilização fraterna por Madagascar

| | Evolução dos Projetos, Madagascar, Notícias, Realidade

Com mobilização fraterna, doações para Madagascar seguem a todo vapor até dia 30. Doações de roupinhas e calçados para Madagascar levam um pouquinho da Fraternidade de cada Estado do País.

Caixas que chegaram até o teto numa das salas do centro espírita Esperançar, em Santos, São Paulo, trazem alegria ao coração dos voluntários. Dentro delas vão roupas e calçados para crianças e adultos de Madagascar. O espaço é um dos pontos de arrecadação que estão espalhados por todo País e que seguem recebendo doações até o dia 30 deste mês.

Voluntária na Fraternidade, Ana Lúcia Caetano conta que a divulgação da iniciativa foi feita nos grupos de amigos e familiares e rapidamente se multiplicou. “Nós começamos a falar no domingo retrasado. Ficamos uma semana recebendo as doações e foi além da nossa expectativa”, vibra.

Foram chegando caixas e caixas de produtos novos e em bom estado com calcinhas, cuecas, vestidos, shorts e blusinhas. A prioridade são roupas infantis, mas o mutirão aceita também vestes para adultos que em Madagascar servirão aos pais dos pequenos acolhidos pela Fraternidade.

“Fizemos uma força-tarefa para contar as peças, separá-las e escrever nas caixas o que estava ali dentro. Quando uma das salas chegou ao teto, ficamos muito felizes porque o que a gente percebe com um movimento deste é que nos reconhecemos nas dificuldades e também na solução delas. Estes trabalhos são muito importantes para ir começando abrir em nós o estado mais maduro do amor, que não seria estar caridoso, mas ser caridoso”, narra Ana.

Em Umuarama, no Paraná, a doação de tecidos somada às mãos de 52 costureiras se transformaram em vestidinhos, bermudas, calcinhas, cuecas e camisetas para as crianças de Madagascar. O projeto, já existente na cidade, “Arteiras de Umuarama” é sempre voltado para famílias em extrema miséria.

“Cada uma de nós costura em sua própria casa e a seu tempo. Não enviamos roupas usadas, só novas e confeccionadas por nós”, explica a voluntária Cacilda Zafaneli. Os tecidos vieram de corações fraternos que nem imaginavam que suas doações chegariam tão longe. “Soubemos da Fraternidade sem Fronteiras por meio de uma amiga de Curitiba, ela fez a ponte entre nós e a ONG. E cada uma das arteiras se engaja de tal forma que o projeto faz bem para nós e para as crianças. Em suma, fazer o bem, faz bem”, reforça Cacilda.

As roupinhas que vieram de Santos e de Umuarama se juntam às cinco toneladas que chegam do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo e até dos Estados Unidos. O ponto de concentração de todas as doações é a cidade de Campinas e de lá, todas as caixas serão carregadas em Americana, também São Paulo, num container custeado pela Fraternidade que vai viajar até Madagascar.

Coordenador da campanha, Ranieri Dias, estima que sejam pelo menos 5 toneladas arrecadas até o momento, sendo que a capacidade do container é de 26. “Tem vindo muitas doações de trabalhos humanitários e pessoas que estão fazendo sem se identificar, priorizando o apoio à causa, mas ainda estamos necessitando”, ressalta Ranieri.

Os contatos para doações são: Artur (19) 9158 9303 (Campinas/SP); Endel (19) 9.9919.6937 (Americana/SP).

Caso você esteja em Minas Gerais, Rio de Janeiro e Goiás, nossos voluntários são:

Ameng (31) 33325293 – MG
Lenita (21) 97941-5333 – RJ
Satyaki (62) 9969-1244 – GO.

E em Campo Grande, a central de doações fica na própria sede da Fraternidade Sem Fronteiras, na Rua das Garças, 2512, bairro Santa Fé.

Todas as doações estão sendo transportadas gratuitamente pela Azul Linhas Aéreas Brasileiras. Nosso agradecimento a esse grande apoio que dá asas à fraternidade.⁠⁠⁠⁠

Caminhão em meio ao abastecimento com doações feitas em Santos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO