Blog

Ajude-nos a divulgar. Compartilhe esta história!

Rate This:

[Total: 0    Média: 0/5]

Realidades (I)

| | Depoimentos, Realidade
Reproduzimos, abaixo, um relato feito por Wagner Moura, presidente da Organização Fraternidade sem Fronteiras. O objetivo do relato é exemplificar – através de um caso – diversas situações que exigem ações diferenciadas. São situações encontradas onde o simples apadrinhamento ou atendimento nos Centros de Acolhimento não são suficientes.
Eis o relato do Wagner:
“Este é o Abraam e ele é especial! Sua mãe faleceu e seu Pai casou-se novamente, vindo a falecer também, deixando órfãos não só ele, mas também suas duas irmãs irmãs menores. Os três irmãos passaram a viver sob os cuidados da madrasta, que ganhava algum dinheiro no corte de cana, Nós nos comovemos com a situação dele, muito precária, sem roupas, morando sozinho em quartinho separado, fazendo suas necessidades nas roupas e sua madrasta mal conseguia comprar sabão para efetuar alguma higiene.
A Fraternidade sem Fronteiras, através dos recursos do Centro de Acolhimento Barragem, provê a família com o equivalente a R$ 100,00 por mês para que possam ter uma assistência mínima. A divulgação de fatos como este não tem o propósito de receber aplausos por uma ação que, na verdade, está perfeitamente alinhada com os objetivos da ONG. A ideia é divulgar o que é feito com sua confiança na causa onde sou mais um dos integrantes.
Em nossa singela experiência nos trabalhos humanitários, já descobrimos que tais oportunidades são ferramentas maravilhosas para que possamos desenvolver virtudes tais como: paciência, amizade, respeito, indulgência, benevolência, afetividade e tantos outros.
Ainda que seja muito lindo dizer que essa causa ajuda milhares de crianças órfãs, na mesma proporção temos que pensar nos milhares de corações de amor que vibram e se juntam para a construção do mundo melhor e esse mundo começa dentro do seu próprio coração.
Para mim existe uma fonte, uma base de tudo isso: Jesus Cristo! Na medida em que vamos entendendo essa boa nova, vamos aprendendo a viver melhor sob as luzes da verdade, buscando relações mais amorosas, mais respeitosas. É a Ele que dedicamos nossa imensa Gratidão por nos ensinar sobre fraternidade!”

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO