Blog

Ajude-nos a divulgar. Compartilhe esta história!

Rate This:

[Total: 29    Média: 3.8/5]

Sapatinhos que crescem?

| | Blog

O sul da ilha de Madagascar vive uma das piores crises humanitárias do planeta. No contato frequente com o chão, ao longo de anos, as crianças ficam com os pezinhos muito machucados. Pensando nisso, voluntários da Fraternidade sem Fronteiras do Canadá iniciaram uma campanha de arrecadação por uma invenção inteligente e muito útil: o sapato que cresce.

A criação é assinada por Kenton Lee, um americano, fundador da ONG Because International. Segundo ele a inspiração para a criar o sapato veio de uma temporada que passou no Quênia. Lá, teve contato com uma criança que precisou fazer um furo no sapato para passar o dedo porque o mesmo estava pequeno. Daí surgiu a ideia de criar um sapato que fosse ajustável conforme a criança fosse crescendo.

Kenton Lee e os sapatos que crescem.
Foto: site Bored Panda

Elizangela Ferreira, voluntária no Canadá, teve conhecimento da criação de Lee e movida por um sentimento de unir o útil ao prático, entrou em contato com a Fraternidade sem Fronteiras. “Me comuniquei com o Kenton e ele abraçou a ideia, foi quando busquei o contato do Wagner para saber se eles tinham interesse. Maravilhosamente descobri que no dia anterior a FSF estava discutindo a possibilidade de adquirir os sapatinhos que crescem. Meu coração explodiu de alegria por testemunhar o quanto o divino nos faz ferramentas de suas obras”, declara ela.

A campanha começou pelo hemisfério norte, mas já foi completamente abraçada pelos brasileiros. Cada par de sapato custa $15, algo em torno de R$ 56, e as doações são feitas através de cartão de crédito internacional. “Já arrecadamos quase $200 em menos de 12 horas, inúmeras pessoas estão nos procurando para saber melhor sobre a campanha”, conta Elizangela, que acrescenta, “no meu mundinho limitado estou achando o máximo a movimentação das pessoas. A campanha seria inicialmente em inglês apenas para focar na América do Norte, mas os nossos irmãos brasileiros de coração solidário abriram as portas para lançarmos em português”.

Marcio Lee, também é voluntário da FSF no Canadá desde o ano passado e conta que a movimentação por lá ainda está em desenvolvimento, mas que espera que essa campanha traga não somente os sapatinhos, mas também novos corações dedicados a essa corrente do bem. “Ainda estamos no começo da campanha, mas será mais um aprendizado ao grupo. Estamos buscando ideias que atraiam a atenção das pessoas para a causa. Nossa expectativa é conseguir não apenas os sapatos, mas também novos padrinhos”, conta.

Para doar é só clicar aqui e seguir os passos descritos. Quem não tem cartão internacional e quer contribuir mesmo assim é só depositar em uma das contas da Fraternidade sem Fronteiras e enviar o comprovante para o e-mail financeiro@fraternidadesemfronteiras.org.br.

Vamos juntos, passo a passo, fazer um mundo melhor.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO