fbpx

NOTÍCIAS

Aqui você acompanha notícias com
as novidades dos projetos, os acontecimentos mais recentes e
as iniciativas em prol dessa causa de amor. ❤

Fraternidade sem Fronteiras arrecada valor para a compra de 6 mil cestas básicas, para famílias do Brasil e da África

O resultado é o primeiro saldo positivo da Campanha Viver Fraternidade, lançada e reforçada durante três dias de evento online da Organização

Por: Laureane Schimidt – assessoria de imprensa FSF

A Campanha Viver Fraternidade, lançada no primeiro dia do IV Encontro Fraternidade sem Fronteiras, ultrapassa a meta estipulada para a arrecadação de dinheiro que será revertido em cestas básicas. O valor arrecadado, de sexta-feira (17) a domingo (19), totalizou 300 mil reais.

“No início, queríamos conseguir durante os três dias de evento, uma quantia que fosse possibilitar a compra de 5 mil cestas, mas no domingo à tarde, este número foi superado e as doações chegaram a 6 mil. Estamos muito felizes e gratos com a solidariedade das pessoas”, comemorou o fundador-presidente da FSF, Wagner Moura Gomes.

A campanha Viver Fraternidade tem a expectativa de fornecer durante dois meses, suporte a um total de 51 mil pessoas – sendo 36 mil famílias residentes no Brasil e 15 mil crianças na África, que estão em situação de grande vulnerabilidade, durante a crise ocasionada pelo coronavírus (Covid-19). Todas elas estão cadastradas nas instituições parceiras e projetos beneficiados pela Fraternidade sem Fronteiras.

Apesar do encerramento do IV Encontro, a Campanha Viver Fraternidade continuará a receber as arrecadações. A iniciativa quer chegar num total de 66 mil cestas básicas destinadas a 52 instituições brasileiras, dentre elas, projetos da própria FSF; e 39 centros de acolhimento mantidos pela Organização, na África.

Como participar – Para participar da campanha e conferir os projetos beneficiados, basta acessar Viver Fraternidade e fazer sua doação, escolhendo o país de destinação da cesta básica: Brasil ou África.

IV Encontro FSF – Trata-se de um evento anual da Organização Fraternidade sem Fronteiras, com objetivo de falar, refletir e vivenciar a fraternidade. Este ano, seria realizado presencialmente em São Paulo/SP, mas por causa da pandemia, o evento adotou medidas de segurança e foi realizado no formato online.

No domingo (19), último dia do evento, foram várias participações de amigos e voluntários da causa. Entre eles, o DJ Alok, que durante uma transmissão ao vivo pelo Instagram, conversou com a coordenadora da Associação Mulheres de Atitude e Compromisso Social, Nilcimar Santos.  A entidade é uma das cadastradas a receber as cestas básicas. “Todo dia tem fila aqui na associação com pessoas pedindo o que comer. É muito difícil ter que escolher quem vai ou não passar fome. Esta ajuda da Fraternidade sem Fronteiras veio em um momento muito importante e de dificuldades para nós”, disse emocionada. Alok aproveitou a declaração de Nilcimar e reforçou o pedido de doações. O artista participa dos projetos da FSF, na África e no Sertão da Bahia, no Brasil. “Eu faço um apelo, principalmente aos padrinhos, não deixem de contribuir. Não abram mão do apadrinhamento. São 50 reais que, alimentam uma criança durante o mês todo”. Dependendo do projeto, mantém curativos, assistência e até medicamentos.

O casal de Caçadores de Bons Exemplos Iara e Eduardo, também pediram a solidariedade das pessoas como forma de amor! Eles, no ano passado, lançaram um livro, Caçadores de Bons Exemplos, e cederam todos os direitos autorais para a Fraternidade sem Fronteiras. “É tempo de amar! Vamos fazer da dificuldade uma ação em prol de pessoas mais necessitadas”, completou Iara.

Durante o domingo, o público acompanhou as informações de como ser um voluntário da causa, a importância dos profissionais de saúde durante as caravanas, sobre o trabalho educativo desenvolvida nos projetos, os resultados dos projetos Ação Madagascar e os atendimentos do projeto Jardim das Borboletas para as crianças diagnosticadas com uma doença rara chamada Epidermólise Bolhosa, em Caculé, na Bahia. Além das palavras de reflexão da Irmã Aíla Pinheiro e das experiências dos líderes do projeto Nação Ubuntu, no Malawi.

O IV Encontro trouxe outro resultado positivo, além da arrecadação de alimentos, 377 novas pessoas se tornaram padrinhos dos projetos. “Temos certeza que cada família, cada coração, cada multiplicador da FSF recebeu toda esta energia, esta alegria e fez uma grande corrente fraterna. O movimento não pode parar e temos que pegar nossa crença e transformar em ação”, incentivou o diretor de Relações Públicas da FSF, Andrei Moreira.

Sobre a Fraternidade sem Fronteiras – A FSF é uma Organização humanitária e Não-Governamental, com sede em Campo Grande (MS) e atuação brasileira e internacional. A instituição possui 45 polos de trabalho, mantém centros de acolhimento, oferece alimentação, saúde, formação profissionalizante, educação, cultivo sustentável, construção de casas e ainda, abraça projetos de crianças com microcefalia e doença rara.

Todos os trabalhos são mantidos por meio de doações e principalmente pelo apadrinhamento. Com R$ 50 mensais é possível contribuir com um projeto e fazer a diferença na vida de muitas pessoas. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.fraternidadesemfronteiras.org.br e pelas redes sociais: Instagram, Facebook, Youtube e Twitter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Gostou e se interessou por alguma? Venha fazer parte!