fbpx

A jornada de solidariedade com os refugiados e migrantes venezuelanos

Desde outubro de 2017, a Fraternidade sem Fronteiras tem acolhido milhares de refugiados e migrantes venezuelanos, que buscam no Brasil, uma nova chance de recomeçar a vida. Por meio do projeto Brasil, um coração que acolhe, a Organização convida a todos para se unirem em um ato de solidariedade, para ajudar nossos irmãos que mais precisam.

Uma das atividades realizadas é o coral “Voces de la Experiencia”, formado por idosos venezuelanos,  acolhidos no centro de acolhimento Abrigo Pricumã, localizado na cidade de Boa Vista, no Estado de Roraima. Na última sexta-feira (10) o coral fez uma apresentação fora do abrigo, em um evento da “Operação Acolhida”, em homenagem ao dia das mães. As mães que trabalham no projeto se emocionaram com a apresentação e o grupo foi muito aplaudido.

Erick Magalhães, gerente do projeto, falou sobre os planos futuros para o grupo,  atualmente formado por 15 pessoas, sendo 11 mulheres e 4 homens. 

“Esperamos crescer em breve! Estamos fechando as próximas apresentações, mas certamente deve acontecer ainda neste mês, provavelmente na semana do dia 27. O que tem sido mais incrível é ver como o envolvimento deles nesse projeto tem sido positivo, mesmo enfrentando desafios como solidão, tristeza e até mesmo depressão”, explicou.

Érick também explicou que o projeto tem proporcionado boas experiências aos idosos, que encontraram na música, um propósito, uma comunidade, e a partir daí a música tem o poder de curar, de unir e de levar  alegria.

A Fraternidade sem Fronteiras espera todos que tenham o desejo de fazer a diferença na vida das pessoas. Juntos, podemos transformar vidas e espalhar a mensagem de paz por todo o mundo.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Picture of Juliana Aguiar

Juliana Aguiar

Gostou e se interessou por alguma? Venha fazer parte!