Blog

Ajude-nos a divulgar. Compartilhe esta história!

Rate This:

[Total: 7    Média: 4.6/5]

Escola em Indaiatuba (SP) realiza oficina, mobiliza crianças e adolescentes e entrega 450 capas à ação Cadernos Fraternos

| | Ações, Notícias

A iniciativa é de voluntários da Fraternidade sem Fronteiras e visa beneficiar crianças e adolescentes do Brasil e da África

Por Lucas Pellicioni, Assessoria de Imprensa.

A Escola Sesi, de Indaiatuba, cidade no interior de São Paulo, entregará amanhã (12), a partir das 10h30, 450 capas confeccionadas por alunas e alunos, professoras e professores, para a ação continuada de voluntários da Fraternidade sem Fronteiras (FSF), Cadernos Fraternos. A iniciativa leva esperança e educação por meio de materiais escolares a crianças e adolescentes de países africanos e, a partir deste ano, àquelas atendidas nos projetos da FSF no Brasil.

A Fraternidade sem Fronteiras chegou ao conhecimento da diretora da escola, Viviane Laperuta Marquezano, por meio de um trabalho que a professora de Sociologia, Nádia Nogueira, estava desenvolvendo com alunos do Ensino Médio sobre refugiados, no ano passado.

“À época, voluntários da FSF estavam recebendo famílias venezuelanas em Indaiatuba e fui buscar mais informações. A família acolhida até veio nos visitar e conversar com os alunos. Foi quando conheci o trabalho ‘Cadernos para África’ (nome antigo da ação) e vi uma ótima oportunidade de mobilizar a comunidade em prol da educação.

Viviane entrou em contato com a Ana Lúcia Cardoso, voluntária da FSF e coordenadora da ação, e começou a produção das capas com algumas mães e professores, que doaram tecidos e costuraram.

A produção movimentou toda a escola e Viviane decidiu dar uma oficina aos professores, contagiando toda a equipe. No total, participaram cerca de 380 crianças de 12 salas de aula do 1º ao 6º ano, além de alguns voluntários do Ensino Médio.

Como funciona – “Voluntários confeccionam capas com tecidos e outros materiais aproveitados, prezando a sustentabilidade. E para cada unidade, enviam R$5,50 para compras de cadernos e lápis”, explica Ana Lúcia. Em 2018, foram cerca de 1500 capas enviadas à Moçambique/África e R$7.700 arrecadados para a compra de materiais escolares. Neste ano, a expectativa é dobrar a produção para atender crianças e adolescentes brasileiros.

Em Moçambique/África, as capas recebem os cadernos e são entregues nas aldeias pelos caravaneiros (madrinhas e padrinhos da FSF). Já no Brasil, as entregas serão definidas pelo coordenador mais próximo do projeto beneficiado.

Como participar – Para participar é necessário entrar em contato até o fim deste mês, pelo e-mail cadernosfraternos@fraternidadesemfronteiras.org.br e enviar nome completo, endereço, cidade, estado e telefone de contato. O objetivo é atingir o número de 3 mil cadernos em 2019 e os cadastros serão recebidos até o alcance da meta. Em novembro, antes do envio, as capas serão expostas em cinco cidades do país: Niterói/RJ, Recife/PE, Santos/SP, Tubarão/SC e Uberlândia/MG.

Sobre a Fraternidade sem Fronteiras – A FSF é uma Organização humanitária Internacional que mantém Centros de Acolhimento, oferecendo alimentação, saúde, formação profissionalizante, educação, cultivo sustentável, atua na construção de casas e ainda abraça projetos de crianças com microcefalia e doença rara.

Todos os projetos são mantidos por meio de doações e principalmente pelo apadrinhamento. Com R$50 mensais é possível contribuir com um projeto e fazer a diferença na vida de muitas pessoas. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.fraternidadesemfronteiras.org.br e pelas redes sociais: instagram, facebook, youtube e twitter.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO