Blog

Ajude-nos a divulgar. Compartilhe esta história!

Rate This:

[Total: 6    Média: 3.5/5]

“Fizemos de tudo para que conseguíssemos passar um pouco de esperança e amor para que não se sentissem tão sozinhos e abandonados.”

| | Blog

 

A Caravana Social e de Saúde para Roraima aconteceu nesse último final de semana, do dia 1 a 4 de novembro. Wania Elias Faria, uma das madrinhas, caravaneiras e coordenadora dessa caravana da saúde, juntamente com Vilson Fileti, contou um pouco dessa experiência de amor e ajuda ao próximo. Lindo demais ♥

“A Caravana da Saúde contou dessa vez com 39 participantes entre médicos , enfermeiros, dentistas, fisioterapeuta, nutricionistas, estudantes de medicina e enfermagem e outros profissionais que auxiliaram em todo o atendimento. Em 3 dias 702 irmãos venezuelanos foram examinados, ouvidos, e receberam remédios de acordo com a necessidade. Fizemos de tudo para que de alguma forma, conseguíssemos passar um pouco de esperança e amor para que não se sentissem tão sozinhos e abandonados. Fomos no centro de acolhimento (CA) da Fraternidade sem Fronteiras (FSF) no dia 1. Dia 2 fomos a Pacaraima e dia 3 na Igreja Consolata, onde atendemos os venezuelanos em situação de grande vulnerabilidade pois encontram-se morando na rua. Alimentam -se uma vez ao dia quando recebem comida de abrigos. A doença maior neles é a dor da perda de sua identidade, do chão, de sua pátria, de seus costumes. A perda maior porém, é a da família que a grande maioria tem que se separar. Nos deparamos em Pacaraima com uma medica, cirurgiã plastica, professora universitária de Medicina que encontra-se abrigada em uma sala ao lado de uma Igreja evangélica e auxilia na cozinha preparando os alimentos para a única refeição do dia. No retorno de Pacaraima á Boa Vista numa estrada de 220 km encontramos 2 famílias que caminhavam a 3 dias para tentar chegar a Capital. Nossa emoção foi grande quando os recolhemos no ônibus. A Gratidão deles foi através do choro, molhados pela chuva que caia, cansados e famintos. Todos de dentro do ônibus procuraram minimizar a dor, por isso cada um entregou o que tinha de alimentos e líquidos. Uma das mulheres nos falou que não acreditava que tinham sido acolhidos por nós. Mais para frente 4 rapazes solteiros também receberam carona . Saldo extremante positivo as 2 famílias foram acolhidas no centro de acolhimento da FSF. Recebemos de doações dos caravaneiros e de padrinhos cerca de 1000 kg de remédios, doações de peças de vestuário e doações em dinheiro que serão utilizados para pessoas que precisam ser consultadas urgentemente por médicos especialistas em Urologia, Neurologia e Oncologia.
Os atendimentos odontológicos foram feitos em parceria com a Universidade Catedral de Boa Vista que nos cedeu as cadeiras, os materiais e os instrumentos. Além dos acadêmicos que auxiliaram no atendimento. Foram feitos 25 atendimentos com cirurgias e restaurações, detectamos 1 paciente com Câncer bucal e orientamos sobre higiene bucal. Distribuímos escovas e pastas de dentes no centro de acolhimento da Fraternidade sem Fronteiras e em Pacaraima.
No CA da FSF também foram ministradas palestras de higiene e manipulação de alimentos pela nutricionista, além de tratamento tópico com aplicação de produtos e administração de medicamentos específicos para Escabiose e Pediculose. Lá também foi ministrado um curso para cuidadores de idosos para aumentar a chance de trabalho com certificado e apostila traduzida para o espanhol.”

Estamos para lá de felizes e orgulhosos dos resultados dessa caravana. Juntos somos mais fortes!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOPO