NOTÍCIAS

Aqui você acompanha notícias com
as novidades dos projetos, os acontecimentos mais recentes e
as iniciativas em prol dessa causa de amor. ❤

Ação Madagascar e Jardim das Borboletas: projetos que levam cuidados e qualidade de vida a crianças na África e no Brasil

Voluntários dos projetos apresentam resultados positivos dessas ações no IV Encontro online Fraternidade sem Fronteiras

Por: Fládima Christofari/Assessoria de Imprensa Sede FSF

Na manhã deste domingo, 19 de abril, voluntários da Fraternidade sem Fronteiras (FSF) mostram os resultados dos projetos Ação Madagascar, desenvolvido desde 2017 pela ONG, e Jardim das Borboletas, que é apoiado desde 2018 pela FSF.

A médica Janaíne Camargo, do projeto Ação Madagascar, destacou a redução dos casos de desnutrição infantil em aldeias da Ambovombe. “No início do nosso trabalho, 34% das crianças encontravam-se desnutridas. A situação era extremamente grave e decorria também da carência de água, falta de infraestrutura, das doenças múltiplas e das condições de vida de forma geral. Nos quatro polos de atendimento da FSF cuidamos de 225 crianças com desnutrição no ano passado e uma boa delas parte se recuperou”, comemorou a médica.

Janaíne ressaltou os avanços alcançados por meio do trabalho conjunto entre voluntários da FSF e as famílias das comunidades atendidas. “Nós conseguimos estruturar uma clínica voltada à prevenção da mortalidade infantil. Temos um programa que ajuda as mulheres a fazer o pré-natal e o planejamento familiar, a aplicação de vacinas e o cuidado com doenças crônicas e doenças de pele”.

Ainda há muitos desafios pela frente, por isso, a contribuição dos padrinhos e apoiadores são fundamentais neste momento. “A gente pretende ampliar o atendimento às crianças nas regiões cadastradas até os cinco anos de idade e alcançar novas áreas. Até 3 mil crianças são atendidas atualmente”. A ampliação dos atendimentos em regiões ainda não cobertas pela equipe da FSF poderá reduzir a desnutrição infantil no país. “O meu pedido a todos é que possam disparar campanhas de arrecadação e aumentar o nosso número de apadrinhamentos em Madasgascar porque nos dão uma previsão de orçamento para que a gente possa iniciar e manter novos centros”, ressaltou Janaíne.

O projeto Ação Madagascar possui quatro polos de trabalho pelos quais oferece alimentação, água limpa e cuidados com a saúde e higiene dos acolhidos, além de inserir mais de 350 crianças na escola e construir moradias dignas à população.  Na tarde de ontem, 18 de abril, a FSF realizou um sorteio de prêmios doados por apoiadores da causa, com a finalidade de arrecadar recursos para construção de um centro de formação profissional, em Ambovombe, e o fortalecimento de projetos de agrofloresta e produção de biocarvão. Os resultados podem ser conferidos aquiPara saber mais sobre o projeto clique aqui.

No Brasil, o projeto Jardim das Borboletas oferece tratamento para crianças diagnosticadas com uma doença rara chamada Epidermólise Bolhosa, em Caculé, na Bahia. A coordenadora da ação, Aline Teixeira da Silva, afirma que o principal objetivo é proporcionar qualidade de vida às 62 crianças hoje atendidas, oferecendo a elas os remédios e curativos – que são de alto custo – essenciais para a sobrevivência das crianças. Outra iniciativa foi a chamada “Metamorfose”, na qual as mães desses pacientes produzem artesanatos para venda e revertem para o Jardim das Borboletas.

A pequena Alice Ribeiro, de 11 anos é uma das acolhidas pelo projeto. Ela participou de uma live neste IV Encontro partilhando a sua experiência de vida e de como o apoio da FSF tem ajudado a ela e a outras crianças portadoras desta doença rara. “Depois que a FSF abraçou a causa, ajudou muito com doações e, principalmente, levantou a bandeira da epidermólise bolhosa, diminuindo o preconceito. Essa doença não espera, então eu gostaria que doassem para a ONG para que ela possa distribuir igualmente esses recursos para as pessoas”, destacou.

Clique aqui e saiba como apadrinhar o projeto.

A programação do período da manhã contou ainda com as palavras de amor da Irmã Aila Pinheiro e das experiências dos líderes do projeto Nação Ubuntu, no Malawi. Para acompanhar a programação em tempo real é só acessar as redes sociais InstagramFacebookYoutube.

O evento será encerrado neste domingo (19), às 18h30.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias