POR DENTRO DO PROJETO

NOVEMBRO 2022 - JANEIRO 2023

Famílias recebem kits de higiene e limpeza

As famílias do Centro de Acolhimento Pricumã recebem, mensalmente, kits providenciados pela ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), com itens de higiene pessoal, incluindo escovas de dentes, creme dental, sabonetes, papel higiênico, absorventes e fraldas, além de produtos de limpeza.

Em dezembro, foram 270 kits familiares distribuídos, mais 87 kits individuais para os homens e 30 kits individuais para as mulheres. Além de fraldas geriátricas e 1150 fraldas infantis.

Foto2

Copa Navideña

Motivados pela Copa do Mundo no Qatar, o projeto Brasil, um coração que acolhe fez a sua própria competição futebolística, batizada de Copa Navideña (Copa Natal), com as crianças dos Centros de Acolhimento Pricumã e Jardim Floresta. Os jogos foram em um campo de futebol na cidade de Boa Vista, capital de Roraima.

A programação teve alongamentos, brincadeiras, jogos de futebol para os meninos e jogos de kicking ball para as meninas. Os vencedores receberam troféus e medalhas. E para recarregar a energia dos atletas, foi servido um delicioso lanche coletivo.

Foto3

Prontos para tornar o mundo mais sustentável

A primeira turma do Comitê Jovem de Sustentabilidade participou de uma cerimônia de formatura no dia 16 de dezembro. Durante a passagem pelo Comitê, os jovens entre 12 e 18 anos tiveram aulas em três eixos de capacitação: sustentabilidade, liderança e comunicação. O Comitê Jovem de Sustentabilidade foi criado e desenvolveu as atividades no segundo semestre de 2022, a partir de uma parceria entre a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a FSF.

Foto4

Reestruturação em Roraima

Em 2022, o projeto Brasil, um coração que acolhe passou por uma reestruturação. Essa nova estrutura possibilitou que o número de acolhidos triplicasse, de 500 para 1600 migrantes e refugiados. E quadruplicou os atendimentos no Centro de Capacitação e Referência, em Pacaraima.

Foto5

Equipe capacitada

A equipe do projeto Brasil, um Coração que Acolhe passou por treinamentos durante o mês de janeiro. Os treinamentos englobaram procedimentos operacionais padrão, gestão de riscos e notificação, primeiros socorros e combate a incêndios, Código de Conduta e Ética, Valores FSF e procedimentos administrativos. No dia 20 de janeiro, também teve uma dinâmica para desarmar bombas. Após a atividade, foi feita uma “guerra” com balões de água, um momento de diversão entre os colaboradores. Nos dias seguintes foram trabalhados aspectos internos do projeto Brasil, um coração que acolhe, código de conduta e ética, procedimentos administrativos e também valores da FSF.

Depoimento

Que tal a gente pensar em acolher?

“Eu fui para uma caravana para conhecer o Centro de Acolhimento, o primeiro lá em Roraima. Já no hostel onde eu estava hospedada, a caravana ainda não tinha chegado, eu encontrei um casal, no café da manhã. Um casal com uma criança que eu vi que tinha necessidades especiais. Me chamou atenção, eu sou professora aposentada, passei uma vida lidando com educação especial. Eu comentei com uma amiga: 'Que tal a gente pensar em acolher?’, e ela estava montando uma fabriqueta de brinquedos pedagógicos. “Ah, se fosse uma pessoa que mexesse com madeira ”, e eu falei pra ela assim: ‘você acredita que eu encontrei aqui um casal e uma criança com esse perfil? O rapaz é marceneiro’. No outro dia ela me ligou e falou que tinha falado com uma amiga e a amiga ofereceu uma kitnet para eles morarem por 2 meses.” Marialice Rezende - Madrinha e acolhedora voluntária do projeto Brasil, um coração que acolhe

Compartilhe o seu depoimento com a gente. É só responder esse e-mail. 😉

FSF_na-midia

Jovens migrantes venezuelanos se concluem curso sobre sustentabilidade em Boa Vista

Formatura foi promovida pela Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF), por meio do “Projeto Brasil, um coração que acolhe”.

Leia mais

DESTAQUES DOS DEMAIS PROJETOS

Um futuro farto
Para 2023, o planejamento para o projeto Acolher Moçambique é começar a plantação de milho e feijão.
Bazar solidário
Nos dias 19 e 20 de novembro de 2022, foi realizado um Bazar solidário no shopping Só Marcas BH Outlet, em Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, com a ajuda dos voluntários do projeto Amor sem Dimensões.
Celebrações de Natal
Os polos do projeto Fraternidade na Rua estavam a todo vapor no período natalino.
S.O.S Janaína
Há mais de cinco anos, o projeto Jardim das Borboletas abraçou Janaína. Ela tem Epidermólise Bolhosa e mora no município de Jequié, na Bahia.
Crianças de Campo Grande têm a oportunidade de participarem da Orquestra FSF
Em novembro de 2022, voluntários da Orquestra Fraternidade sem Fronteiras realizaram a inscrição de crianças em situação de vulnerabilidade.
O inicio do Centro Educacional
O projeto Retratos de Esperança conseguiu adquirir, com a parceria do Instituto Alok, um terreno de 4300 m² para construir um Centro Educacional.
Cidade da Fraternidade tem o primeiro poço artesiano!
Madagascar é um país em que parte da população não tem acesso a água limpa e potável.
Chemin +1
O projeto Chemin du Futur lançou em dezembro a campanha Chemin +1, que encerrou no dia primeiro de janeiro.
Crescimento da iniciativa Alimentos sem Fronteiras
A iniciativa Alimentos sem Fronteiras começou em 2018 e hoje apresenta 12 hectares de terra destinados à plantação de alimentos para os acolhidos.
Campanha Congo
O projeto Órfãos do Congo está com uma campanha para ampliar o número de acolhimentos.
Anterior
Próximo

Gostou e se interessou por alguma? Venha fazer parte!